Ganhe dinheiro clicando em Anúncios

Mais recentes

Deixei de bater punheta para virar amante de mamãe ...sexo tesão



Minha mãe ,jovem ainda , magra, alta, peitos grandes, cabelos castanhos escuros, chego da academia e ela faz de tudo para me agradar. Peço um copo de leite até a hora de jantar.Eu sempre fui um punheteiro desde pequeno nem sabia direito mas adorava.
Bastava alguma mulher ir ao banheiro,eu corria, espiava pela fechadura e depois me acabava na punheta, minha mãe era uma das musas das minha punhetas.
Olhava minha mãe no sofá quqndo seu vestido subia suas coxas era um visão de puro tesão para mim .
Ficava doido , o pau endurecia e eu tentava disfarçar.
Um dia, os dois deitados nos sofás da sala, minha mãe me pede para pegar alguma coisa . Eu cansado da academia , falei :
-Ahhhh. mãe..... depois eu pego.
-Xiii...esse judô tá de deixando fraco e cansado ,Até eu...... ganho uma luta com vc.
Disse isto e se levanta e vem para me derrubar do sofá.
Seguro seus braços e coloco minha perna travando sua cintura e a empurro devagar ..... Assim que ela cai ao chão........
Fico praticamente deitada sobre ela ,uma onda de tesão e desejo invade meu corpo de adolescente naquele corpo de mulher desejada e com tudo em cima nas suas formas femininas.
Rimos muito eu disse:
-vai, faz força veja se você consegue sair e ela tentava mas nada, sussurrei em seu ouvido , -está vendo como o judô é bom ?
E ria e na tentativa de sair ergue o quadril e sinto uma pressão da xoxota dela contra meu pau e para um garoto , foi o bastante para meu pau endurecer.

- tá vendo como você não consegue!
- Vou conseguir seu bobinho e voltou a apertar mais forte ainda a xoxota contra meu pau e para mostrar mais força apertei meu caralho mais forte ainda contra a bucetinha dela.
Meu pau estava estourando de tão duro e claro que ela tinha percebido, pois é impossível sentir um pau apertando sua xoxota e não sentir nada.
Em um determinado momento eu falei para ela: força, vai, ela disse: não consigo mais, faz força você e eu apertei meu pau o máximo que podia contra a xoxota dela.

o telefone tocou,ela subiu as escadas e eu me acabei na punheta ali mesmo na sala .
A partir desse dia não pensava em outra coisa.... brincar de luta novamente e tentar comer a minha mãe.
Um dia ela disse:
- vou te pegar de jeito e mostrar que se precisar ainda consigo te dar uma bela surra- aquele dia você me pegou desprevenida.
Já louco de tesão eu disse: -então se prepara que eu vou pegá-la de novo.
Ela disse,
-pode vir porque hoje vc não vai conseguir me segurar.
Eu levantei do sofá , e com um leve golpe de quadril, derrubei-a ao chão e já cai deitado sobre ela na posição papai mamãe e falei:-viu estás ficando coroa.
A esfregação disfarçada começou novamente eu falava força e ela apertava a xoxota contra meu pau, que até doía de tão duro.
Nessa hora eu apertei minha pica contra a xoxota dela e entrelacei minhas pernas, posição de foda mesmo .
Quando entrei na posição papai-mamãe, meu pau encostou mais ainda na xoxota dela.
Larguei seus braços e para surpresa ela colocou as mãos na minha bunda e apertou a xoxota contra meu pau.
Eu desesperado de tesão, coloquei minhas mãos nas laterais das coxas dela e fui subindo lentamente o vestido dela até sentir que estava esfregando meu pau na xoxota dela, apenas por cima da calcinha.
Não falávamos mais nada, respirávamos ofegantes e a esfregação continuava , meu corpo subindo e descendo para esfregar o pau na xoxota da minha mãe.
Meio receoso....subi até encontrar o elástico da calcinha e puxei, a calcinha desceu até metade das coxas ,
tirei meu pau e coloquei no meio das coxas , não falávamos nada e meu pau estava diretamente na xoxota, sentia o calor e sentia sua bucetinha totalmente melada.

Logo ela havia se livrado da calcinha, abriu mais ainda as pernas e pude sentir meu pau apontada na entrada da xoxota.
Com uma das mãos acertei a direção do pau e coloquei bem na entrada da buceta,
Ela apertou a xoxota contra meu pau e eu fiz força junto, o pau foi entrando totalmente em sua bucetinha,
e os movimentos de vai e vem foram ficando cada vez mais rápidos, já não éramos mais mãe e filho e sim dois amantes se amando loucamente .
Como todo jovem e sem experiência o gozo veio como um raio e soltei toda minha porra dentro da sua buceta .Ela se contorcia e gemia baixinho ......
Não falávamos nada, apenas curtíamos o momento.
Depois do gozo e sem falar nada fomos para a ducha,lá ela me confidenciou:
-Nada de neuras ......você nunca deixará de ser meu filho e agora serás tb meu amante!!! e rimos muito.
A partir desse dia, passamos a transar dois dias na semana . Eu transei com minha mãe até completar 25 anos , por puro sexo ,atração e tesão demais !!!
Depois ela se casou e eu ......tenho minhas namoradinhas !!
Até.........vote comente ,vou adorar bjos Laureen !

Nenhum comentário

Deixe seu comentário aqui.