Ganhe dinheiro clicando em Anúncios

Mais recentes

Abusada no trabalho



Esta historia eh veridica e ocorreu esta semana no meu trabalho. Sou mestiça de japonesa com italiano, 22 anos, 1,75m, 59kg, me acho bonita, bem paquerada, muitas vezes agarrada. Estes dias estava sozinha no escritorio, meu chefe viaja muito e eu fico sozinha lah. Tudo bem que nao sou nenhuma santinha e jah tirei alguns amassos ali com rapazes lah do predio, quando estava sozinha. Nesta semana, quando ele viajou, um cliente desaforado resolveu passar lah. Jah tinha percebido que Marcelo, em outras ocasioes sempre olhava diferente para mim quando ficava no sofá da recepção, olhando muito para minhas pernas - como fui bailarina clássica minhas pernas são bem torneadas. Até ai tudo bem, achava estranho e percebia que ele vivia deixando cair as coisas no chao com o objetivo de olhar para minhas pernas e por baixo de minha saia. As vezes pra deixá-lo feliz, afinal ele vivia nervoso, eu afastava um pouco minhas pernas ou cruzava, para que ele tivesse um pouco de visão e deixá-lo mais calmo. Marcelo é um homem alto, de aproximadamente 1,90m, uns 27 anos, moreno, lindo, gentil apesar de ser meio rude em relacao ao trabalho. Neste dia que ele veio procurar meu chefe, acredito que ele jah sabia que ele não estaria ali, resolveu aparecer de surpresa um pouco antes da hora do almoco. Bem, expliquei que ele nao estava, que era melhor voltar outro dia. Ele pediu um copo de agua, pois era um dia quente, e sentou-se no sofa, como de praxe. Continuei meus afazeres, e desta vez ele nao foi discreto em seus olhares. Fiquei incomodada e sem graca pois se antes eu deixava ver minha calcinha era para acalma-lo, eu nunca achei que ficaria nesta situacao sozinha com ele lah. Ele se levantou, colocou o copo na mesa e disse que estava irritado pois teve um problema com a entrega do material dele em sua fábrica. Eu me levantei, afinal jah era hora do almoco, abaixei para pegar minha bolsa, soh que me esqueci dele atras de mim e abaixei com a bunda pra cima, a mesma que ao me levantar foi parar direto na mão dele. Eu me virei sem graca pela situacao e ele sem ao menos dar tempo de me refazer da situacao, me agarrou pela cintura e me lascou um beijo na boca. Eu assustada ainda, nao estava entendendo nada o que acontecia e me senti arrastada ateh sala de reunioes enquanto ele me beijava e passava suas maos pelo meu corpo. Jah tinha algum tempo que eu nao tinha nada com alguem, e qdo me vejo, estava sendo agarrada de costas, com aquele homem lindo e enorme se esfregando em mim... Ele comecou a dizer no meu ouvido, que jah que meu chefe nao estava lah e eu era a unica representante da empresa, eu teria que resolver o problema dele ou a empresa teria serios problemas com ele. Dizia que ele como o maior cliente da empresa, cancelasse todos os pedidos, a empresa poderia fechar e eu perderia meu emprego e que a melhor solucao para mim, era garantir a satisfacao do cliente. Eu me senti mal, dependia do trabalho, nao poderia perder o emprego de jeito algum e sendo chantageada daquele jeito.. pior.. com tesao ainda. Ele foi rapido com as maos e quando me vejo, estou sem a blusa, sem o sutia e a saia. Ele me apoiou na mesa... e se esfregava na minha bunda, dizendo o quanto ele queria abusar do meu corpo.. que meu corpo tinha sido feito para satisfazer os homens de todos os modos. Nao parava de falar e se esfregar e rapidamente ja sentia seus dedos dentro de mim, na bucetinha, no rabinho... logo jah estava sem a calcinha. Ele caiu de boca, devorando sedento e cheio de desejo. Enquanto a lingua penetrava na bucetinha seu dedo me invadia no rabinho me deixando muito louca. Ele se levantou, comecou a arrancar sua roupa, me virou de barriga pra cima e com suas maos me puxou pelas pernas para a beira da mesa. Comecou a me torturar com aquele pau enorme, esfregando na minha bucetinha, equanto suas maos apertavam meus seios, comecou a mama-los e morder meus mamilos e eu gemia de dor e tesao. Estava assustada, ele não estava sendo rude, mas estava literalmente abusando de mim, ele me puxou da mesa ainda de pé, e me pôs ajoelhada a sua frente, segurando minha cabeça e se movimentando dentro da minha boca. Sinto seu gozo rapidamente e ainda com seu leite saindo, me fazendo mamar tudinho. Me colocou de pé, voltada pra mesa, afastando minhas pernas, tendo toda a visão, dava tapinhas na minha bunda e alternando os dedos nos meus orifícios. Logo estava ele lah, duro e forte se esfregando na minha bunda, torturando na entradinha da minha bucetinha. De repente sinto ele encaixando com força seu pau enorme na minha bucetinha e na hora solto um grito de dor e prazer. Enterrou tudo de uma vez, segurava pelos quadris e mandava ver nos movimentos com força e ritmo. Gozei muito com aquele homem enquanto ele dizia que iria ainda usar o meu corpo para seu prazer. Gemia feito um touro e me machucava com seus movimentos fortes e rápidos. Literalmente eu estava sendo seu objeto de prazer, isso me assustava mas me deixava com mais tesão ainda. Me colocou de barriga pra cima e com sua força me puxou pelas pernas até a beirada da mesa, suspendendo e afastando elas, dizendo que eu era muito boa de pernas abertas e com o pau dele dentro de mim. Me senti encabulada mas sentindo meu corpo respondendo aos movimentos de vai e vem, não agüentei e gozei novamente. Ele ficou muito tempo se aproveitando de mim nesta posição, as vezes parava só admirar o seu enorme membro enterrado dentro de mim até que ele acabou gozando me enchendo toda. Quando pensei que acabou tudo, fui pegando minhas roupas no chão, quando vejo ele novamente, duro, na minha frente olhando fixamente para minha bunda. Mal tive tempo para perceber e lá estou eu novamente de bruços, agora deitada com a barriga na mesa, toda arreganhada para ele, qdo sinto seu pau cutucando meu rabinho que piscava assustado com o que ia acontecer. Fechei os olhos, prendi a repiração, pedia pelo amor de deus pra ele não fazer isso, pois nunca tinha feito, mas meus esforços foram em vão.. sem dó nem piedade ele enterrou com tudo seu pau e eu quase desfaleci na hora. Parou por um tempo, debruçou-se sobre mim e falava ao meu ouvido: “ta sentindo eu enrabando você gostosa?”... e começou a se movimentar com mais rapidez dizendo que era o rabo mais gostoso que já tinha comido e muitas vezes ainda ele ia se deliciar com ele. Ficou assim uns 15 minutos, urrando de prazer, segurando o gozo, até que ele tirou, e gozou na porta do meu rabinho, pareciam litros de esperma escorrendo pela minha bunda até minha bucetinha. Estava exausta, qdo me refiz, ele já estava vestido e me disse: “Bem, adorei você, nunca tinha comido uma mestiça tão boa e gostosa, mas essa foi a primeira de muitas fodas que teremos ainda.” Ele se virou e foi embora, nunca me senti tão usada mas por outro lado tão satisfeita como desta vez.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário aqui.